Primacredi Assembleias

Primacredi

30 abril

Como escolher a sua cooperativa?

Em ritmo acelerado de expansão, a Primacredi pretende dobrar o número de agências em Mato Grosso este ano.

Compartilhe

Não importa quanto tempo passe, algo sempre permanecerá igual: a preocupação das pessoas em relação ao seu dinheiro. Hoje, mais do que nunca, há uma busca muito grande por alternativas aos bancos tradicionais que sejam mais próximas aos seus clientes e que realmente demonstrem interesse no bem-estar de cada um deles.

Se você também está nessa procura, temos uma pergunta: já pensou em se associar a uma cooperativa de crédito?

Com uma abordagem mais comunitária, essas instituições oferecem diversos benefícios e serviços diferenciados aos seus membros. No entanto, é preciso saber o que levar em consideração antes de encontrar a melhor opção à sua realidade. 

Mas antes, o que é uma cooperativa de crédito?

As cooperativas de crédito, como o próprio nome sugere, são instituições que se baseiam nos princípios do cooperativismo. Isso significa que operam com o objetivo de oferecer serviços bancários e financeiros aos seus membros, sem visar lucros para acionistas externos.

O princípio fundamental desses locais é a propriedade e governança democrática pelos próprios membros que utilizam os serviços da instituição. Eles são os donos e participam ativamente das decisões e direções da cooperativa.

Essas cooperativas são geralmente formadas por pessoas que compartilham interesses em comum, como moradores da mesma comunidade, trabalhadores de uma empresa ou membros de um grupo específico. Ao depositarem dinheiro na cooperativa, o capital é utilizado para oferecer uma variedade de serviços, incluindo contas correntes, poupança, empréstimos pessoais, financiamento imobiliário, cartões de crédito, investimentos e outros.

Dicas de como escolher a sua cooperativa

Definir a sua cooperativa de crédito é uma decisão importante, mas não tão simples assim. Para garantir que a sua escolha seja assertiva e você tenha uma experiência positiva, é preciso avaliar se a instituição está alinhada com os seus objetivos e valores. 

Dessa forma, alguns pontos devem ser levados em conta, como:

  • Proximidade e acesso: agências e ATMS localizados perto da sua casa, trabalho ou demais locais frequentados facilitam o acesso aos serviços bancários.
  • Taxas e tarifas: compare os juros oferecidos em contas de poupança, investimentos e empréstimos. Verifique também as tarifas de manutenção de conta e demais taxas associadas aos serviços oferecidos. Quanto mais competitivas e transparentes, maiores são as chances de maximizar os ganhos e minimizar custos.
  • Variedade de serviços: avalie se os produtos oferecidos atendem às suas necessidades específicas, como contas correntes, cartões de crédito, empréstimos para automóveis ou hipotecas, investimentos, entre outros.
  • Atendimento ao cliente: leia avaliações de outros membros e verifique como a cooperativa lida com reclamações e problemas dos seus associados.
  • Estabilidade financeira: entenda a classificação de crédito da cooperativa, bem como o seu histórico de desempenho financeiro.
  • Valores e princípios: procure por uma alternativa que preze por responsabilidade social, sustentabilidade e compromisso com a comunidade. Essas associações costumam reinvestir em iniciativas locais e beneficiar diretamente seus membros.

A Primacredi é a sua melhor opção!

Agora que você já sabe como escolher a sua cooperativa de crédito, está pronto para se tornar um cooperado e aproveitar todos os benefícios que a Primacredi preparou para você, seu negócio e sua comunidade. 

Com mais de três décadas de atuação, oferecemos soluções financeiras personalizadas, as melhores taxas de juros e programas para a população, desenvolvendo a região e promovendo o bem-estar de todos.

Fale conosco e surpreenda-se com os nossos serviços.

Leia também